quarta-feira, 25 de julho de 2012

O El Chicano

O El Chicano é um bar temático que fica quase na esquina da minha casa aqui em Recife. Decorado com todos os excessos que a cultura mexicana pode proporcionar, o bar tem um clima todo próprio e hoje em dia é onde facilmente podem me encontrar.

A primeira vez que o visitei, se não me engano, foi durante um caranval quando fugia do calor escaldante do bloco “Acorda para Tomar Gagal” que trasformava a rua “tal” em um caldeirão de foliões ensandecidos. Entrei com Denise Dantas e ficamos na área climatizada comendo Burritos e tomando tequila (o calor que nos permitíamos).

Fui algumas outras vezes até lá, mais por falta de opção do que por gosto. Coisa que só veio acontecer quando conheci o Chico, dono do estabelecimento e figura fácil em suas mesas. Chico é “o cara” e a cara do El Chicano (e eu ingênuo concluí quando o conheci: Ah legal, Chico! El Chico! El Chicano). Bobagem! O bar já tinha este nome antes de ele virar sócio. Mas para mim ele é o “El Chicano”!

Com comidas apimentadas (pero no mucho) e cerveja gelada (ainda que seja a Devassa, cerveja que hoje manda nos bares recifences) garçons atenciosos como Lucas, Anderson e o famoso “Pancho Villa”, música boa (quando o DJ Thiago toca e não quando o Chico sisma em colocar aqueles DVDs de música brega mexicana) o El Chicano é um bar com alma.

Cada cantinho tem peculiaridades e decorações criativas. De cartazes antigos de refrigerantes e cervejas mexicanas às suas milhares de caveiras e seu banheiro com dezenas de espelhos de camelô (aquele mesmo com moldurinha laranja) que formam um espelho único e gigante (obra de Chico). Muitos panos, muitas cores, cactos, elementos religiosos, pimenta de todos os tipos, sombreiros e muito mais fazem deste bar, meu atual boteco afetivo aqui em Recife.

Diferentemente dos bares que costumo eleger “para mim” o El Chicano não é bem um bar para se fazer amigos. Seus frequentadores são pessoas bacanas, mas não fazem “meu tipo”. Chegam, já, com suas turmas e estão mais interessados em desfrutar o lugar com sua galera que conhecer gente nova. Mas nem por isso deixa de ser um lugar para eu marcar com os meus amigos, comer bem, beber muito e sair de lá feliz da vida. E ainda, sem medo da Lei Seca.

Já me ofereci para ser Dj nos dias de baixo movimento e o Chico me cobra sempre: “E aí? Quando vai colocar um som?” Mas fico protelando, imaginando os assíduos frequentadores ouvindo os sons doidos que EU gostaria de ouvir. Uma hora isso vai acontecer. Por hora deixo a dica, o El Chicano é um lugar de alto astral para jogar você para cima! Bem para cima! Arriba Arriba Arriba!

Rua Sebastião Alves, 45 Bairro: Parnamirim Telefone: 3269-5311 Horário: 18h/0h (qui. a sáb. até 2h)

3 comentários:

Chico Sousa disse...

Cezar,meu amigo!!.. Fiquei muito feliz com tudo que você falou do EL CHICANO. Quero que você saiba que será sempre bem recebido aqui na nossa casa,E quero que você considere como extenção da sua casa. O propósito maior do tratamento que proporcionamos aos nosso clientes,nada mais é,fazer com que que sinta-se bem e nos brinde com sua presença na nossa casa sempre. Você não é só um cliente e sim amigo do EL CHICANO, E em particular desse que vos escreve,CHICO Sousa!!...Abraço e parabéns por esse blog tão rico e descolado!!!

Chico Sousa disse...

Grande CERZAR!! ABRAÇO!!

Denise disse...

E quando o garçom Lucas vê a gente chegando já coloca logo um dos dvds que a gente deixou lá só pra agradar vc.E a gente fica imaginando que quando o Chico ouve de longe já pensa" O Cézar taí!"kkkkkkkkkk